Fundação Cultural Cassiano Ricardo

A partir deste sábado (10), a Galeria de Artes Helena Calil (Lgo. São Benedito – Centro) estará com a exposição “Cologravura: Imersões”, da artista Cristina Cortezzi.  Os trabalhos ficam em cartaz até o dia 31 de agosto e podem ser vistos de segunda a sexta-feira das 9h às 17h50 e aos sábados das 9h às 12h50. A entrada é gratuita.
Estarão expostas cerca de 20 obras de artes compostas por uma mistura de diversos materiais como tecidos, gesso, cola, lixa, pó de mármore, papeis texturados e sucatas.
Para a confecção das obras, Cristina Cortezzi utiliza matrizes colográficas, construídas com materiais que criam relevos, que são entintados com rolos ou por métodos subtrativos, entalhes. Criando assim reservas para a penetração como na gravura em metal.
Esses materiais são fixados em uma base rígida através de cola servindo como matriz para reproduzir cópias através dessa impressão.
Em seguida, a artista faz as linhas do desenho em um gesso acrílico que, ao se juntar com os cortes feitos pelos diversos materiais, pode acabar ficando com relevos.
O nome da exposição é inspirado no grego COLLA e no francês COLLER, que significam cola, e na palavra inglesa GRAPHIC que quer dizer gráfico ou impresso para dar o significado à exposição Cologravura.
Cristina Cortezzi se dedica à arte há mais de 20 anos. Gravadora e aquarelista, ela iniciou os estudos nessa área em 1970 nos Estados Unidos. A artista também fez cursos no Museu de Arte Moderna de São Paulo, no ateliê da Vila, também na capital, e no ateliê de gravura da Fundação Cultural Cassiano Ricardo, com George Gütlich.

 

Programação



 

Links