Fundação Cultural Cassiano Ricardo

Apresentação da "Turnê Beethoven Paulista" pela Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp), no Teatro Municipal / Foto: Paulo Amaral

A área cultural de São José dos Campos foi classificada com Alto Grau de Satisfação no 4º trimestre de 2019, segundo pesquisa realizada pela Indsat (Indicadores de Satisfação dos Serviços Públicos). A Cultura recebeu 672 pontos em uma escala que vai de 200 a 1.000 pontos.

A pesquisa anterior, feita no 3º trimestre do ano passado, já mostrava São José dos Campos na liderança entre as dez maiores cidades do Estado de São Paulo. Na ocasião, São José dos Campos aparecia com indicadores superiores aos das cidades de Sorocaba, Campinas, Santo André, São Paulo e São Bernardo do Campo.

Esse reconhecimento popular se soma ao recente título recebido pelo Governo do Estado, que nomeia São José dos Campos a “Capital Cultural do Estado”. Isso se deve às inúmeras ações promovidas pela Prefeitura de São José dos Campos, por meio da Fundação Cultural Cassiano Ricardo, que investe na formação cultural; na produção; e na criação, por meio das leis de fomento (Fundo Municipal de Cultura e Lei de Incentivo Fiscal); e no acesso aos bens culturais por meio de editais e festivais.

Metodologia da pesquisa

Enquanto o Grau Médio de Satisfação se refere aos setores que conquistam entre 500 e 649 pontos, o Alto Grau é a classificação exclusiva dos segmentos que registram entre 650 e 799 pontos. A partir de 800 pontos, a área passa a ser classificada com Grau de Excelência.  

O índice de satisfação é calculado a partir de uma metodologia criada pela INDSAT, que leva em conta os critérios avaliativos de “ótimo”, “bom”, “regular”, “ruim” e “péssimo”. Ao todo, 600 pessoas participam da pesquisa.  

A Cultura de São José dos Campos recebeu 54% de “ótimo” e “bom”, 31% de “regular” e 15% de “ruim” e “péssimo”.  

A Indsat estuda 36 municípios espalhados pelo Estado de São Paulo. As pesquisas são realizadas a cada trimestre, quando são ouvidos 600 munícipes.

Raio-X da Cultura em São José

. Ações formativas: Companhia Jovem de Dança, Coro Jovem Sinfônico e Núcleo Orquestra Jovem. Além disso, a Fundação Cultural Cassiano Ricardo também desenvolve o Projeto de Empreendedorismo Criativo (arte e artesanato) e o Projeto Circulação (edital que seleciona projetos artísticos de todas as áreas para circular em São José dos Campos e Projeto Arte nas Ruas (edital que cadastra artistas de rua - malabares, acróbatas, equilibristas, palhaços – para realizar intervenções circenses de curta duração). No ano passado, foram 400 ações de formação (oficinas, palestras e workshops) e mais de 8 mil vagas oferecidas à população por meio do Projeto Arte nos Bairros.

. Espaços culturais: 10 casas de cultura, 3 teatros, 3 museus, 1 arquivo, 1 atelier, 1 biblioteca e 2 galpões. Todos esses espaços possuem uma grade de programação com atividades formativas e de difusão.

. Ações de qualificação de espaços: reforma do Cine Teatro Benedito Alves para obtenção do alvará do Corpo de Bombeiro, reforma geral das casas de cultura Rancho do Tropeiro Ernesto Villela, no distrito de Eugênio de Melo, e da Lili Figureira, no Jardim Santo Onofre (região do Putim).

. Principais festivais, mostras e eventos: Festidança, Festivale (teatro), Festa do Mineiro, Mostra de Circo, Mês da Música, Mês do Folclore, Satsang da Primavera (cultura de paz), Semana Cassiano Ricardo, Semana Chico Triste, Semana dos Figureiros, Patuscada (cultura popular), Bar de Quinta (música), Mercadão Vivo (música e artesanato), Museu Vivo (cultura popular) e Domingo no Parque (teatro).

 

Publicado em: 12/03/2020

Programação

 

Links