Fundação Cultural Cassiano Ricardo


Elvis já até criou dois personagens próprios, Pimentinha e Agenor. / Foto: Danilo Ferrara

Aos 14 anos, Elvis José Antonio Leite começou a participar do programa Arte nos Bairros, na Casa de Cultura Júlio Neme, no distrito de São Francisco Xavier. De maneira tímida, ele arriscava seus primeiros traços na oficina de História em Quadrinhos. Seis anos depois, Elvis já ousa a criar seus próprios gibis.

Elvis é um exemplo de como a arte e a cultura podem transformar as pessoas, aprimorando os conhecimentos e criando oportunidades na vida. Atualmente, as atividades nas casas de cultura envolvem cerca de 60 temáticas, de todos os estilos e para todas as idades. E o mais importante: é tudo de graça. Basta escolher uma atividade e participar.

“Eu sempre gostei de desenhar, mas não tinha costume de ler gibis quando criança. Aí comecei a fazer a oficina e, quando trazia revistas para terminar o desenho, aproveitava para ler. Hoje, gosto muito e sempre compro quando posso”, contou o aluno, que já tem até dois personagens próprios, Pimentinha e Agenor.

“Eu gostaria de ser cartunista, mas sei que ainda preciso estudar mais. Colorista também seria legal. A oficina de HQ, da Fundação Cultural, foi muito importante para mim aprendi técnicas que eu não teria acesso na época em que iniciei”, explicou Elvis, que já teve até uma tirinha publicada no jornal da região.

As aulas de história em quadrinhos acontecem às quintas, das 18h às 20h, e aos sábados, das 14h às 16h.

Casa de Cultura Júlio Neme
Praça Cônego Manzi, s/nº - São Francisco Xavier

Publicado em 11/06/2019

Programação

Links