Fundação Cultural Cassiano Ricardo


O repertório do recital transita por clássicos da ópera e obras de Zé Keti / Foto: Divulgação 

 

Em 1921, um dos maiores ícones vocais de todos os tempos se foi: Enrico Caruso. E outro grande talento nasceu: Zé Keti. Este contraste musical e continental foi a inspiração do Trio Ravel para o recital “1921”, que coroa os dois centenários em 2021. O show gratuito acontece no formato de live (transmissão em vídeo em tempo real) no canal do YouTube da Fundação (youtube.com/fccrsjc), no dia 17 de junho, a partir das 18h.

O repertório do recital transita por clássicos da ópera e obras de Zé Keti, coroando Enrico e Zé, artistas fundamentais para entender a música do século 20.

Enrico Caruso foi um tenor italiano considerado o maior intérprete da música erudita de todos os tempos. Nascido em 1873, teve uma carreira de sucesso em todo o mundo, sendo considerado o mais completo tenor do século 20. O músico faleceu aos 48 anos, em 1921.

José Flores de Jesus, o Zé Keti, foi um compositor e cantor de grandes obras da Música Popular Brasileira. Nascido no Rio de Janeiro em 1921, cantou o samba, as favelas, a malandragem e seus amores. Ele faleceu aos 78 anos, em 1999.

O Trio Ravel é de São José dos Campos e reúne músicos concertistas de grande proficiência técnica: o tenor lírico João Tenor, a pianista Keila Peniche e o violinista Rosenilson Barbosa.

 

Repertório do recital:

Intermezzo da ópera Cavalleria Rusticana de Pietro Mascagni

Ombra Mai Fu da ópera Xerxes de Händel

Marcha Triunfal da ópera Aida

'A Vucchella de Paolo Tosti

Seguidilha e Habanera da ópera Carmen de Bizet

Santa Lucia de Teodoro Cottrau

A Voz do Morro, de Zé Keti

Prece da Esperança, de Zé Keti

Máscara Negra / O Sole Mio

 

Publicado em: 07/06/2021

Programação

Redes Sociais

Links