Fundação Cultural Cassiano Ricardo

 

A primeira Capela São Miguel, consagrada a São Miguel Arcanjo, foi construída entre 1851 e 1863. Era pegada ao cemitério municipal e usada para velar os mortos.

Quando, em 1882, o cemitério foi desativado, por precisar a cidade de um novo cemitério, maior e mais distante do centro, a capela continuou sendo usada para os mesmos fins. (O “novo” cemitério que substituiu aquele é o atual Cemitério Municipal, localizado na Rua Francisco Rafael.)

Em 1929, devido ao fato de a capela apresentar-se em condições precárias, foi criada pelo vigário da paróquia uma comissão para angariar donativos para a sua reconstrução. Essa reconstrução foi finalizada com doação de um empresário da cidade de São Paulo, Theodoro Lara de Toledo, o qual viera a São José dos Campos para tratar-se, provavelmente de tuberculose.

A nova capela, inaugurada em 29 de setembro de 1930, continuou sendo utilizada para velórios por quase setenta anos. Em 1994, foi preservada através da Lei Municipal nº4.592/94. No ano seguinte, 1995, num acordo entre a Fundação Cultural Cassiano Ricardo e a Mitra Diocesana, foi totalmente restaurada.

Em 1999, pararam os velórios. Em 2000, ela foi adquirida pela Prefeitura Municipal de São José dos Campos e, em 2003, passou por outra recuperação, recebendo nova cobertura, pintura e piso. Em 2004, foi construído um gradil na sua lateral esquerda e realizado pequeno ajardinamento.

Após essa última obra, a capela passou a ser usada uma vez por semana por um grupo de oração, que se reúne em louvor a São Miguel.

 

Programação



 

Links